Saúde preventiva: o que é e qual a sua importância




Você já ouviu falar nesse termo? A saúde preventiva é uma forma de aumentar a qualidade de vida, seja de uma pessoa ou de uma população. A lógica é simples: ao invés de investir em um tratamento após a descoberta de alguma doença ou patologia, depois que ela já está instalada, atua-se preventivamente para que essa doença não aconteça ou para identificá-la o quanto antes.


As principais atividades que englobam a medicina preventiva são a enfermagem, a fisioterapia e a nutrição, por exemplo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 5 milhões de mortes poderiam ser evitadas por ano com o aumento da prática de exercícios físicos e uma dieta equilibrada.


É verdade que a herança genética é algo que não podemos evitar ou controlar, mas a manutenção dos nossos hábitos e rotina diários sim.


Por muitos anos, a medicina ocidental teve uma abordagem mais curativa, ou seja: o foco é direcionado nos cuidados quando o problema de saúde já está estabelecido. A medicina curativa, de forma geral, atua por meio da manutenção de medicamentos, terapias ou intervenções cirúrgicas.


Porém, a investigação e pesquisa sobre as causas das patologias e morbidades levou os especialistas à conclusão de que uma postura preventiva é a melhor saída para quem deseja ter qualidade de vida. Assim, a prevenção segue sendo a forma mais efetiva de promover a saúde, seja em caso de patologias agudas ou em caso de doenças crônicas.


Alimentação saudável, estímulo aos exercícios físicos e até terapias que promovam a saúde mental são maneiras de promover a saúde preventiva. A vacina, por exemplo, um assunto que ficou em evidência nos últimos meses devido à pandemia do novo coronavírus, também é considerada uma forma de medicina preventiva.


No caso das empresas, a saúde preventiva também é a forma mais efetiva de manter uma equipe saudável e também de evitar gastos no futuro.


O BeCare Cub conta com um plano empresarial com cartão de saúde por apenas R$ 11,99 por mês por membro. Entre em contato pelo 0800-840-222.


Você sabia que a medicina preventiva tem níveis? Confira:


1. Prevenção primária


As medidas educativas, que visam melhorar a resistência e o bem-estar dos indivíduos de uma população ou grupo de pessoas, é o estágio conhecido como prevenção primária. Questões como o comportamento alimentar, a prática frequente de exercícios e a necessidade de momentos de repouso são alguns exemplos de prevenção primária.


A orientação de cuidado com o meio ambiente, com o objetivo de evitar a presença de agentes etiológicos (organismos causadores de doenças como vírus, bactérias, fungos, etc.) também é um exemplo de prevenção primária.


2. Prevenção secundária


Nesse estágio, o foco é educar os indivíduos a adotarem medidas de prevenção na sua rotina, quando já estão no estágio inicial de alguma doença. Nesse caso, a intenção é evitar o agravamento.


3. Prevenção terciária


Quando a prevenção terciária entra em cena, o paciente já tem uma evolução significativa da doença, de maneira que ela está em uma fase que pode deixar sequelas ou é crônica. Nesse estágio, a prevenção em saúde tem como objetivo melhorar a qualidade de vida do paciente.


4. Prevenção quaternária


Nesse estágio da medicina preventiva, o objetivo é evitar intervenções com medicamentos ou cirurgias.


No caso do planejamento financeiro de uma empresa ou ao montar o próprio planejamento financeiro familiar, investir na saúde preventiva é uma forma de reduzir os gastos com a saúde.


O afastamento de um funcionário pode gerar custos elevados, já que será necessário investir no treinamento de um profissional substituto, além de arcar com os custos com plano de saúde, por exemplo. Já as despesas com saúde preventiva, via de regra, serão menores.


Saúde preventiva evita aparecimento de doenças graves


Um dado da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica mostrou que mais de 70% dos brasileiros com doenças crônicas só descobriram o diagnóstico após o aparecimento dos sintomas. Dos entrevistados, 83% são portadores de doenças crônicas e 48% disseram que deveriam ter feito exames com mais antecedência para prevenir o problema.


Dessa forma, manter os exames de rotina em dia também é uma maneira de investir em uma postura preventiva em relação à sua saúde.


Ainda, de acordo com um documento criado pela Agência Nacional de Saúde (ANS), 80% dos casos de doenças do coração, derrame ou diabetes poderiam ter sido evitados sem a ocorrência dos fatores de risco (obesidade, causada por má alimentação e falta de exercícios físicos, por exemplo).


Dessa forma, a adoção de alguns hábitos considerados preventivos podem evitar o aparecimento de doenças.


- Doenças contagiosas podem ser evitadas com hábitos de higiene pessoal. A pandemia do novo coronavírus, que atentou para a necessidade de higienizar as mãos com frequência, é um exemplo disso. Doenças como hepatite, gripe, micose e conjuntivite podem ser evitadas com hábitos de limpeza contínua como lavar as mãos antes de comer ou a chegar da rua.


- Boa alimentação: a ajuda de um nutricionista para montar um cardápio nutritivo e balanceado nesse caso é muito importante para evitar o aparecimento de diversas morbidades.


- Dormir bem: durante o sono, eliminamos toxinas e hormônios que regulam as nossas funções orgânicas, além de fortalecer o sistema imunológico. Reduza a iluminação do ambiente, garanta o conforto da cama e deixe com uma temperatura agradável para garantir uma boa noite de sono.


Tenha acesso à medicina de qualidade e invista em hábitos preventivos com o BeCare Club


De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (2019), hábitos como tabagismo, falta de exercício, alimentação inadequada, excesso de peso e consumo de álcool são práticas que podem ser modificadas e isso tem valor fundamental na prevenção e na manutenção da longevidade.


Os cuidados preventivos são um dos pilares para a construção de uma vida longa e saudável. Como você pôde perceber ao longo desse conteúdo, cuidar do corpo e da mente é uma das maneiras mais fáceis e eficientes de manter as doenças bem longe.


O BeCare Club aplica nos seus serviços o conceito de saúde preventiva. Oferecemos o acesso facilitado e democratizado a exames, consultas, além de atividades como academia, nutricionista e pilates, o que proporciona melhoria na sua qualidade de vida.


Com o BeCare Club, você tem acesso ao TeleNurse e ao TeleMed: medicina à distancia de qualidade por até R$ 67,16.


Acesse o site do BeCare Club e saiba como adquirir o seu cartão em saúde, com acesso a profissionais qualificados em Santa Catarina.


12 visualizações0 comentário